O ano em Fotos

30/12/07

iraque.jpg

Ashley Gilbertson para o Nytimes

2007: The Year in Pictures. O New York Times apresenta uma seleção de fotos que resumem as estórias mais importantes do ano (para eles). É muito bem feito, cada tema é apresentado através de muitas fotos acompanhadas de um narração, em geral dos fotógrafos. É mais um exemplo de como a fotografia pode ser útil na WEB de uma forma única, insubstituível pelo vídeo. A narração acompanhada pelas fotos dá ao leitor tempo para refletir sobre o tema. Fotos fazem pensar. Esse tipo de uso da fotografia também pode ser encontrado em outros sites, por exemplo no Magnum in Motion, ou no MediaStorm.

Ótima coluna do Gilberto Dimenstein, que comenta sobre essa mania nacional de exigir direitos e negar seus deveres.

Piauí

03/11/07

Comprei a Piaí deste mês, por causa da capa. Já tinha feito isso no mês anterior, edição de aniversário (desenho do Angeli), e sabia que isso ia acontecer outras vezes, dado o estilo New Yorker da revista e do meu gosto por fotografia e ilustrações em geral. Claro que se eu não gostasse do conteúdo (e gosto muito) não compraria a revista, mas agora que já conheço a qualidade média das reportagens sinto-me tranquilo em comprar a revista baseando-me somente na capa. Enquanto a qualidade média das reportagens for boa, vou continuar com esse comportamento superficial…

A deste mês é muito boa (a capa, não li a revista ainda).

P.S. A capa é de um cartunista francês chamado Sempé que, acabo de descobrir, é mundialmente reconhecido e já fez diversas capas para a New Yorker.

Epitáfio

02/11/07

071102_f_004.jpg

Sergio Alberti/Folha Imagem

Leia.

Conforme post no blog de Ancelmo Gois no Globo, o pessoal da PF brinca que esta música, do filme Boccaccio 70, é a trilha sonora “oficial” da operação Ouro Branco, combatendo a adulteração do leite. Ouça aqui.

Veja só o resultado da pesquisa CNT/Sensus feita em outubro/07, disponível no Globo:

Página 20 do relatório da pesquisa:

MANDATO DO CANDIDATO
Pertence:

Candidato 48,7 %
Partido Político 38,3%
NS/NR 13,1%
Total 100,0%

FIDELIDADE PARTIDÁRIA
Aprovação STF

Concorda 54,2%
Não concorda 30,7%
NS/NR 15,1%
Total 100,0%

A pergunta da pesquisa era se o cidadão concordava “com a proibição da mudança de Partido do Candidato eleito, e perda do mandato do Candidato eleito no caso de mudança de Partido”, decisões tomadas pelo STF.

Portanto, o povo acha que o STF agiu corretamente em decidir que o mandato pertence ao partido, mas prefere que ele pertença ao candidato. Contradição.

Pode-se argumentar que talvez o povo seja a favor da fidelidade neste sentido estrito: de que o candidato não deva mudar de partido após a eleição, mesmo o mandato sendo seu. O problema é que isso não tem lógica nenhuma, afinal se o mandato é do candidato ele pode fazer o que bem entender com ele. Além disso, a pergunta da pesquisa era clara quando referia-se à fidelidade no sentido do que foi decidido pelo STF, isto é, que o candidato perde o mandato caso mude de partido, o que só poderia acontecer se o mandato pertencesse ao partido.

 

 

amazon.jpg

Por Lalo de Almeida, para o Nytimes

Hoje 17/09 há uma reportagem no New York Times do famoso Larry Rohter sobre hotéis “confortáveis” na floresta amazônica. Imediatamente fiquei interessado na matéria pois nos apresenta uma opção para se aproveitar a região amazônica de uma forma melhor. Dado que não tenho mais 20 anos meu saco pra viagens precárias acabou (ok, nunca existiu na verdade!). Além de descrever as diversas opções de acomodação com qualidade que agora existem na região, a reportagem é acompanhada por umas fotos legais até, como a de cima. No geral, eu acho que o fotógrafo poderia ter se empenhado um pouco mais, com mais e melhores fotos dos hotéis para os leitores terem uma boa idéia do que estão lendo… mas também naquele calor deve ser difícil, quem já foi sabe.